Como construir um site profissional

como-criar-um-site-profissional

Como construir um site profissional em 10 passos

Veja como construir um site profissional e alguns pontos que tem de considerar pelo caminho. Preparada?

🧐 1. Definir o objetivo do site?

Definir o objetivo do site (ou objetivos) é o primeiro passo para criar um site. Em função disso, deverá definir um template que se adeque. Todavia, antes responda por que é que quer ao criar um site? Aqui ficam algumas ideias e tipo de site:

  • Loja online: Se tem produtos para vender (sejam eles quais forem), obviamente que necessita de criar uma loja online.
  • Site institucional: Um site institucional é uma excelente ferramenta para credibilizar uma empresa e posicioná-la online. Pode usá-lo para apresentar a empresa, assim como os serviços – e até prestar serviços online (consultorias ou simplesmente fazer reservas). Este canal é perfeito para comunicar com os clientes e partilhar informações e notícias da companhia, assim como partilhar os contactos da mesma.
    Um site institucional, pode ser dinâmico (com várias páginas/secções) ou one page site. Isto é: um site com uma página, com informação básica, como os serviços e contactos.
  • Portfolio: Neste caso, o site é como uma montra para apresentar o trabalho. É ideal para fotógrafos, designers, assim como outros profissionais com trabalhos mais visuais – como cozinheiros, pintores, etc.

✍️ 2. Ter ou não ter blog?

Há a ideia que todos os sites têm de ter um blog: mentira. Tal, depende sempre do tipo de negócio.
A vantagem do blog é que lhe permite criar conteúdos online que, quando obedecem a uma serie de regas SEO (estrutura, palavras-chave SEO, etc.) conseguem atrair visitas ao site – o tal marketing de conteúdos a funcioar. De esta forma e de modo GRATUITO, conseguirá mais visitas no site, chegando a mais gente.

 

😏 3. As burocracias de criar um site

como-construir-um site
Confira o que tem de fazer para criar um site, clicando na imagem

Quanto ao ponto três, este é possivelmente a parte mais chata, comprovando até mesmo no mundo online há burocracias. Contudo para o seu site funcionar, vai precisar de:

  1. Registrar o domínio do site
  2. Escolher um serviço de hospedagem do site
  3. Definir o CMS do site

 

🖼️ 4. Que template escolher?

Depois de definir o objetivo, será a hora de escolher o template do site. Caso queira saber o que é um template do site, eu explico. Um template mais não é do que a aparência do site. Existem milhares de template de site disponíveis, existindo inclusive templates para site gratuitos.

Confira aqui os vários templates do WordPress disponíveis

Nesta fase, irá definir a aparência do site – onde vai estar o quê? A parte dos contactos vai estar no topo ou no meio? O texto é apresentando em uma, duas ou três colunas? Onde colocar os Termos & Condições ou as Políticas de Privacidade? Quantas páginas quero ter? E por ai fora.
Como deverá imaginar, se quer um site para apresentar trabalho, um portfólio, a apresentação não será a mesma de uma loja online, certo?
Além de ter o objetivo do site em mente, tenha em conta o que faz a concorrência – INSPIRAR NÃO É COPIAR! A ideia é que veja potencialidades e formas de apresentar o negócio para ir, depois, mais além.

👷5. Onde criar o site?

wordpress-templates
Existem 2 tipos de WordPress, clique para saber quais as diferenças

Depois, deverá escolher onde criar o site e, sim, existem vários programas para criar sites grátis – assim como para criar blogs grátis. Contudo: entenda: fazer um site nunca sai totalmente grátis, pois há sempre o domínio e outras coisas que terá de pagar.

  • Existem vários sites para criar sites, contudo o meu favorito é o WordPress. Além de tecnicamente ser mais intuitivo e funcional, é ótimo para o SEO – o que é perfeito para conseguir um bom posicionamento no Google e conseguir mais visitas.

💰6. “Não tenho dinheiro. Como construir um site profissional grátis?”

criar-sites-gratis
Clique na imagem para saber como criar blogs grátis ou sites

Quando um negócio está a começar, orçamento curto é normal. É isto razão para não criar um site para a empresa? Profissionalmente, acho que não. Se o seu público está na Internet, tem também de marcar presença de alguma forma.

Nestes casos, recomendo usar sites onde pode criar blogs grátis. Hoje em dia, mesmo estes sites (como o Sapo, o WordPress, etc.) possuem templates que podem facilmente se adaptar ao mundo empresarial e não farão a sua empresa fazer feio.

    • Nestes casos, terá sempre no domínio (o link do site) o nome destes sites. Sinceramente, é pouco profissional. Os seus clientes pensarão “que tipo de empresa é esta, que nem um site seu tem?”. É meio, como dizer… pé de chinelo. Todavia, melhor do que nada.

Se é o seu caso, a minha dica é optar pelo WordPress, porque mais tarde, quando puder investir e criar um site profissional à séria, com domínio próprio, a transição será mais fácil.

 

🎨 7. A importância da imagem

Na hora de criar um site profissional, pela saúde e prosperidade do seu negócio, não descure NUNCA a imagem. Contracte um bom designer.
O design de um site, assim como de uma empresa, tem de ser capaz de falar pela marca. Logo, tudo conta: desde o tipo de letra às cores! É importante também que a imagem seja coesa – do site ao mundo real e ajude o público a reconhecer a empresa em qualquer contexto. E aqui, não se trata só de credibilidade ou consistência, mas também de marcar presença: logo mais clientes, mais vendas.
Hoje em dia há milhões (biliões!) de páginas online, se quer que a sua se destaque, uma boa imagem é essencial.

🖥️ 8. A importância da programação

Ter só um site por ter, não lhe servirá de nada, se este não é bom! Por bom, entenda-se um site rápido e adaptado para os dispositivos online (tablet, mas sobretudo para o telemóvel). Um site onde o seu público consiga estar, sem ter de stressar em encontrar a informação ou porque a imagem não carrega, a página não abre ou o link não chega a nenhum lado. Hoje em dia, os utilizadores não esperam. Eles fecham e passam para outro site – e isso é algo que não vai querer.
Na hora de decidir, escolha um profissional que lhe assegure resultados e um site amigo do utilizador.

 

🤝 9. Como escolher um bom profissional?

Primeiramente, olhe para a criação do seu site como um investimento, que consequentemente irá atrair novos clientes e manter os existentes. Neste sentido, o site é um cartão de visita e uma forma de mostrar ao mundo que a empresa existe.
Logo, peça sempre para ver trabalhos antigos – e isto é válido para designers, gestores de redes sociais ou programadores!
Obviamente que o grátis e o barato são apelativos, contudo não podem ser decisivos – todos sabemos que “o barato sai caro”.

 

💪 10. Depois da criação do site profissional o trabalho não acaba

Após fazer o site, ainda há muito para fazer! Por exemplo, atualizar os conteúdos. Não há nada pior do que chegarmos a um site bonitinho e do nada, vemos que a última vez que escreveram um post foi há três anos ou que a última vez que saíram notícias da empresa foi em 2004. Aos olhos do utilizador é como se a empresa tivesse estagnado ou até sido extinta.

Deste modo, para promover o site, pode ainda usar outras ferramentas de marketing digital, como:

  1. As redes sociais
  2. O marketing de conteúdos
  3. Conseguir links para o site
  4. Contudo, há outras ferramentas que pode usar para conseguir mais visitas e promover negócios online, além do marketing pago (obviamente!).

Para terminar: No artigo, estamos apenas a falar sobre como construir um site profissional. Ou seja, a parte legal da criação da empresa (registrar o nome da empresa, abrir atividades nas finanças, etc.) não está contemplada.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>