Habitantes da Aldeia Global: Obelisk Farm

obeliskfarm

Obelisk Farm é um projeto familiar, a cargo da família da Débora, a mãe portuguesa e do Andris, o pai letão – e, claro, dos filhos Gabriela e o Fredis. A família dedica-se ao cultivo de cânhamo industrial, produzindo produtos como chá, sabão e fragrâncias naturais. Numa viagem à Letónia, não deixe de fazer uma tour à Obelisk Farm e de degustar alguns dos produtos! Nesta entrevista, Débora, a mãe conta-nos como surgiu a ideia e fala da importância de criar uma plataforma online para dinamizar o negócio, sobretudo por estarem situados numa área tão remota! Outra barreira que encontrou, foram os pré-conceitos, visto que muitos (e até o Facebook) confundem o cânhamo com droga, algo sem sentido e que vai inclusive contra as normativas da Comissão Europeia!

Em poucas palavras, como definirias o projeto da Obelisk Farm?

A Obelisk Farm é uma quinta situada na Letónia, mais concretamente na aldeia de Obeliškas e que se dedica ao cultivo de cânhamo industrial. Para além de desenvolver produtos únicos de/com cânhamo, também oferece aos seus visitantes atividades turísticas criativas.

Como surgiu a ideia?

A ideia foi surgindo… 😉
Quando a nossa família se mudou de Londres para a Obelisk Farm em 2014! Já tínhamos feito alguma pesquisa sobre os usos e benefícios do cânhamo industrial e dado que, possuímos um terreno de 2 hectares, achámos que seria bom dar-lhe uso! Todavia, não tínhamos nem formação, nem experiência na agricultura e a ideia não estava bem definida. Sabíamos que queríamos fazer algo com o cânhamo, o quê concretamente, descobrimos mais tarde.
Fizemos diversos “testes”, que foram importantes e nos permitiram pôr em prática o conhecimento que tínhamos adquirido anteriormente. Também contámos com o feedback de familiares e amigos, que foram dando opinião sobre os produtos que fomos desenvolvendo. Mais tarde, o Andris participou numa competição regional para jovens empresários, o que ajudou a estruturar a nossa ideia e a elaborar o plano de negócios.
Ao longo desta caminhada, percebemos que havia interesse nos produtos de cânhamo, mas também alguns mal-entendidos e estereótipos em relação à planta. Por isso em 2017, o ano de abertura oficial da Obelisk Farm, para além da produção dos produtos de cânhamo, decidimos abrir as portas da quinta aos visitantes. O objetivo era dar-lhes a oportunidade de explorarem a forma como a quinta cultiva e produz cânhamo, transformando-o em produtos úteis. Também oferecemos workshops, degustações e cursos de construção com cânhamo.
nomadas-digitais

Qual a importância da Internet para o desenvolvimento do vosso negócio?

Estando localizados numa zona rural desertificada, a Internet é uma ferramenta imprescindível no dia-a-dia da Obelisk Farm. Não só serve para divulgar e promover os produtos e serviços da quinta, como também é fundamental para comunicar com uma audiência mais vasta.

Qual foi a maior dificuldade que sentiram na hora de iniciar o vosso negócio online?

A maior dificuldade que encontrei, foi o facto da política do Facebook não permitir a promoção de produtos/serviços relacionados com o cânhamo industrial, por considerar o cânhamo uma droga ilícita. Esta posição não se adequa às leis da Europa, onde é permitido cultivar e produzir cânhamo industrial. Evidentemente, que esta situação limita o alcance das nossas publicações. Com as recentes mudanças do Facebook, tornou-se ainda mais complexa a tarefa de promover nesta rede social o trabalho que desenvolvemos na quinta.

obelisk-farm
Gabriela e a família na Obelisk Farm e alguns produtos da loja online

Quais consideras as maiores conquistas da Obelisk Farm?

Sem dúvida alguma, a criação da loja online. Eu e o Andris, para garantirmos preços justos e produtos/serviços de qualidade, decidimos que todos os produtos e serviços da Obelisk Farm só poderiam ser adquiridos na loja física da quinta ou na loja online. Foi uma opção arriscada, mas penso que vai ao encontro com o que procuramos transmitir: a Obelisk Farm é um projecto alternativo em todas as suas dimensões.

Quais são os vossos próximos desafios para desenvolver o negócio online da Obelisk Farm?

Há muitos planos que gostaria desenvolver online a curto e longo prazo. Para já, pretendo criar um blog, pois é algo que sinto que falta à Obelisk Farm.

Que conselhos darias àqueles que pretendem iniciar num negócio online?

Eu penso que qualquer projecto deve incorporar a seguinte mistura de ingredientes: criatividade, paciência e coragem!

 

📌 Habitantes da Aldeia Global é uma rubrica mensal cujo objetivo é dar conhecer novos negócios/marcas/produtos online. Gostaria de participar? Envie-me um email para hello@sofiamacedo.com

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>