Viver em Itália, comer em Itália

viver-em-italia-comer-em-italia

La dolce vita: Viver em Itália, comer em Itália

Itália é o Coliseu de Roma, as gôndolas pelos canais de Veneza, passear de cabeça levantada (e boca aberta) em Florença e muito mais! No meio disto tudo: itália é comer! Comer! COMER!
Caramba e é tudo tão bom! Até o mais medíocre pãozinho bimbo é bom – isso aqui tem um nome, tramezzino e é levado muito a serio!

Supermercado em Itália

supermercado-italia

Ir ao supermercado tem-se revelado das minhas actividades favoritas em Itália!
Vale a pena passear e ir apreciando os 293 mil tipos de queijo e cheios de embutidos! Isso e apreciar as estantes de massa – penne, fusilli, farfale, … e delis há ainda os tortelini e os capeleti e mais o diabo a sete! É poesia! Uma maravilha!
E, claro, como estou a viver na região de Veneto há ainda uns 3783 mil produtos locais mais, dos quais eu nunca tinha ouvido falar!

 

Restaurantes em Itália

Quanto aos restaurantes em Itália, há uma certa etiqueta! Naqueles mais sérios, pedir apenas um prato não é boa ideia!
Isto, porque aqui primeiro, vêem as entradas; depois o primeiro prato (massinha ou risotto) e quando uma pessoa já está ali meio que a desfalecer, PAU, chega o segundo prato! As quantidades não são tão abundantes como em Portugal (e ainda bem), mas mesmo assim, no final da refeição, uma pessoa pode ficar sem se mexer durante umas duas horas sem problemas!

Ah, e sim, muito pão; no entanto, nada de manteiguinhas, nem patés. E, sim, usa-se o pão para empurrar a comida no garfo – sobretudo a massa, se fizer falta – até porque não se come massa de faca (nem com colher!); e para molhar o molinho! Aqui ninguém se preocupa em ser parolo, só em não aproveitar a comida!

 

Já antes de viver aqui, comia e gostava de polenta. A polenta é uma espécie de puré feito à base de farinha de milho – e é obviamente MUITO bom! O que me surpreendeu é que mesmo num país tão dogmático com a comida como é Itália, não há uma polenta! Há várias versões de polenta: mais ou menos densas, mais ou menos amarelas,… até ao momento, todas boas! Se bem que a polenta da Roménia, com queijo dentro, continua no meu coração! Isso e a massa! Venham a mim os hidratos!

comida-italia

 

Comer em Itália é comer muita pizza

Obviamente que a viver, aliás a comer em Itália, já comi muita pizza. E por fim (orgulho!!) já consigo comer uma pizza sozinha! Sim, porque isto é Itália, senhores e aqui não se divide pizza! Cada um come a sua! Bem feitinhas, no forno a sério e de massa fina!
E é bonito de ver a simplicidade da coisa: tomate, queijo mozzarella e depois mais um ou dois ingredientes e basta – e, choque, gente que come pizza com batatas fritas! Sim, pizza com batatas fritas (em cima, não como acompanhamento) é uma coisa em Itália.
Já queijo na massa com gambas não. Vidas!

Além de comer em Itália, beber em Itália

Quanto à bebida, o café é lotaria! Não é um café amargo queimado à la Madrid, nem um café pipi a la Berlim, mas nem sempre é espectacular! Dá para uma pessoa sobreviver – e como a coisa custa um euro e pouco também não me deixa assim tão revoltada!

italia-comer-e-beber

Em compensação, nada como um Spritz Campari para começar o que quer que seja! No inicio estranha-se, mas depois entranha-se!

Quanto ao vinho: venha ele a nós, pessoas! Porque nem no tasco mais tasco, nem o vinho mais barato foi mau – também acho que depois de viver em Berlim, nada pode superar isso!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>